PRAD - Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas.

Problemas que a não execução do PRAD pode trazer:

 

    As questões ambientais vem sendo cada vez mais discutidas pela população a nível mundial. Existem diversos órgãos públicos e organizações com o objetivo de ter um planeta ecologicamente correto, porém necessitamos dos recursos naturais para o desenvolvimento de um país, os quais são indispensáveis para a sobrevivência e qualidade de vida de todos os seres vivos. O ambiente natural está se degradando cada vez mais a cada dia que passa, todo o meio ambiente passa por modificações drásticas ao longo do tempo.

 

  Inúmeras são as ações nas quais levam o meio ambiente a sofrer tal degradação, tanto vindo do ser humano quanto das indústrias, onde causam diversas modificações climáticas, no solo e em todo o ambiente por meio da poluição, contaminação e entre outros meios ofensivos para o meio ambiente. As maiores causadoras de danos para o ecossistema são as mineradoras, as quais são indispensáveis para os seres humanos, porém todos os recursos extraídos do local não podem ser restituídos, deformando e alterando todo o solo ao redor, podendo causar uma grande infertilidade no solo próximo a mineração.

 

Quando executar o PRAD?

 

    Segundo a Constituição Federal de 1988 fica obrigatório para áreas mineradas um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas – PRAD que deve ser previsto sempre na realização de um Licenciamento Ambiental. O Art. 225. da Constituição diz que “Aquele que explorar recursos minerais fica obrigado a recuperar o meio ambiente degradado, de acordo com a solução técnica exigida pelo órgão público competente, na forma da lei.”

 

 

Quais os benefícios do PRAD?

 

   O PRAD traz medidas que propiciarão à área degradada diversas condições para estabelecer um equilíbrio no solo para uso futuro e melhorias para a harmonização da paisagem. O projeto também traz um cronograma com a indicações e cuidados que se deve tomar ao mexer com o ecossistema. O Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas garante a segurança à saúde pública e aos seres vivos nos quais habitam naquele local, através da reabilitação das áreas perturbadas pela ação humana, de modo a retorná-las às condições desejáveis e necessárias à implantação de um uso pós-degradação.

 

    As etapas de recuperação nas quais devem constar no projeto são:

  • Preparação do local para plantio;

  • Pré-planejamento com objetivos a curto e longo prazo;

  • Manejo de solo orgânico;

  • Remoção da cobertura vegetal e lavras;

  • Plantio e manejo regular da área após a recuperação;

  • Seleção de espécies a serem plantada.

  

   A Ziel Engenharia possui profissionais qualificados e legalmente habilitados para a realização do Projeto de Recuperação de Áreas Degradadas - PRAD, assim como para assessorar em todos os aspectos da Segurança do Trabalho.

    Caso persista qualquer dúvida sobre o tema abordado entre em contato conosco:

 

E-mail: contato@zielengenharia.com

Telefone: (51) 3108-3577

Whatsapp: (51) 99118-4360

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon

0800-878-3988 

(51) 99118-4360 (whatsapp)

Porto Alegre

Avenida Assis Brasil 115, sala 311

Porto Alegre – RS 91010-004

Caxias

Av. Itália, 482, sala 501 Caxias do Sul - RS

Pelotas

Rua General Argolo, 467, Pelotas/RS

Passo Fundo

Rua Morom, 768, 2o andar - Sala B Passo
Fundo - RS, Centro

Florianópolis

Av. Rio Branco, 404, Torre II, Sala 1203 -
Centro de Florianópolis/SC